Juntos Nessa Meta





Quinta-feira , 26 de Outubro de 2006


Gente, desculpa pelo sumiço. Não vou dizer que não tivemos tempo porque quando queremos arrumamos tempo. Mas faltou foi vontade mesmo. Vocês viram que essas semanas foram conturbadas né? Saímos do programa. Nossa bebê primeiro tava com gripe, que se transformou em bronquiolite e depois em pneumonia. Depois de 10 dias tomando antibiótico e ter ficado super bem, ela volta pra creche e no segundo dia já fica super mal novamente. Dessa vez otite.. e vai mais antibiótico que ela ainda tá tomando. Com tudo isso a gente descuidou geral da alimentação. Fomos a forra mesmo!

Confesso que foi difícil retomar.. mas já estamos 100% de volta ao curso..graças a Deus.
Eu tenho uma facilidade enorme de ganhar peso.. isso até me assusta.
Geralmente postamos aos sábados.. mas tinha que vir aqui falar antes, explicar o nosso sumiço.
Pretendo voltar a visitar os blogs.. e torcendo muito para que a nossa filha não fique doente novamente. Quem tem filho sabe o quão ruim é ver um filho mal.

Espero que todas vocês estejam muito bem na vida e na reeducação. Obrigada pelo carinho sempre.. não nos abandonem viu?
Beijos com carinho
Karine

Escrito por Karine & Jorge às 10h55
[ ] [ envie esta mensagem ]

Domingo , 08 de Outubro de 2006


Beleza pura, principalmente e pra variar, pra mim. A Karine não se sentiu muito no clima pra escrever hoje, então, como o blog tem que seguir, firme e forte, assim como nosso novo estilo de alimentação, aqui estou eu!!!

Os resultados da semana, como vocês notaram, foi positivo pra ambos. Eu emagreci 1,1kg e a Karine 600g. Como já lemos muito em blogs por aí, são 6 tabletes de 100g daquelas margarinas de cozinha, o que é maravilhoso! O importante é isso, devagar e sempre.

Hoje, fomos na minha mãe e ela fez arroz com galinha. Não sei se todas as pessoas que frequentam o blog conhecem esse prato, acredito que as pessoas do RS conhecem certamente. É como se fosse um carreteiro, só que feito com galinha. De sobremesa, tinha torta de sorvete que é minha tia quem faz e não preciso dizer que é maravilhosa!!! Antes da janta, minha mãe me deu um dinheiro e me pediu pra ir no mercado pra comprar as coisas pra fazer a janta... foi simplesmente torturante. Tinham mares de delícias coloniais no mercado que fomos. Mas o que chamou mais a atenção minha e da Karine, foi um alfajor tamanho família que tinha... nossa, era muito lindo!!!

Nós até cogitamos a possibilidade de comprar o infeliz, mas olhando a tabela nutricional veio o susto. Aquele alfajor, lindo, cheirando a chocolate, tinha nada menos do que 450 calorias!! Claro, era um alfajor de Itu, tamanho GG, mas mesmo assim, não era pra tanto. Era como se fosse (usando a medida conhecida do vp) o tamanho da nossa mão, sem os dedos..

Sabe, é complicado não desanimar. Acredito que seguir qq tipo de reeducação, esperando que não haja nenhum tipo de percauços, é estar fadado a cometer erros mais cedo ou mais tarde. É complicado que, por mais que hajam os pontos flex, que por mais que se possa comer de tudo, dificilmente poderemos comer algo como aquele alfajor. Além do que, aquele alfajor é o tipo de delícia que, se for pra comer menos da metade dele, nem me peça pra experimentar porque é um verdadeiro pecado, não vai prestar. É como dar um copinho de wisky pra um alcoolatra e dizer pra ele tomar só aquilo... simplesmente não tem como...

Claro, sabemos que com o tempo tudo isso vai ficar mais complicado, as restrições serão maiores, apesar de teoricamente elas não existirem, mas é aquela coisa.. por enquanto, vamos nos satisfazer com novas roupas, com elogios, e deixar o GG pra que um dia, eles sejam somente o tamanho dos alfajores...

Escrito por Karine & Jorge às 00h42
[ ] [ envie esta mensagem ]

Sábado , 30 de Setembro de 2006


Oi Pessoal. Aqui é o Jorge essa semana de novo. Bom, a semana foi razoavelmente fácil. Tanto pra mim quanto pra Karine. Ambos, emagrecemos 1kg e 200 gramas cada. Ou seja, nossa caminha está deixando de aguentar essa semana 2,4kg. Isso é muito bom não? Falar nisso, essa nossa caminha está com sorte. Só nessas 11 semanas, ela está deixando de aguentar 21,8kg!!! Isso é bastante coisa mesmo!

Sabe, está tudo indo de vento em popa. Semana passada teve aquela aumentadinha no peso da Karine, ela ficou meio abalada, mas estamos começando a nos acostumar com a idéia, nós, mas principalmente ela. Acredito, que assim como no mês passado, na terceira semana depois da menstruação, ou seja a 1 semana de menstruar, ela tem uma retenção forte de líquido, e acredito que nas duas vezes que ela não emagreceu, sem absolutamente nenhuma resbalada, foi certamente por causa disso.
Claro, isso tudo é meio injusto, sendo que ela acaba fazendo o regime 4 semanas por mês e emagrece apenas 3 dessas 4 semanas. Eu tento ser mais otimista, como se pode notar, essa semana ela já emagreceu o mesmo que eu!!! Isso, ao meu ver, mas não muito ao ver dela, é super positivo, porque afinal, estamos comendo o mesmo número de pontos (26) e ela emagreceu o mesmo que um homem de 1,83cm de altura, sendo ela uma mulher de 1,64. Ela sempre vem com o argumento de que ela tem muito mais pra emagrecer do que eu, mas acho sinceramente que o corpo não leva muito isso em consideração não. Acho que claro, inicialmente isso conta muito, mas com o tempo a coisa vai estabilizando. Para as mulheres é sempre muiiiito mais complicado emagrecer, as vezes me sinto até mal por isso. Dá uma certa vergonha por ter sido gordo por tanto tempo, sendo essa reeducação do VP tão fácil de seguir. Sem passar ABSOLUTAMENTE NENHUMA FOME. Acho que nunca tive uma alimentação tão balanceada, e me sinto como se tivesse comendo o mesmo, ou até mais que comia antes. Sabem, durante muitos e muitos anos eu sempre achei que meu maior problema era a quantidade de comida. Era isso também, mas não principalmente. Meu problema era a QUALIDADE das comidas. Um pedaço de lasanha tem o mesmo número de pontos (ou mais) que 3 xícaras de cenoura. Sabem o que são 3 chícaras de cenoura? Já mediram? É muuita coisa! Dá pra comer muito!!!

Essa semana fizemos uma coisa que não sei se é bom ou ruim. Deixamos de escrever no diário tudo o que comemos. Não foi uma coisa que paramos e pensamos em fazer, mas foi um processo meio natural. Estamos BEM sem tempo, fazendo muitas coisas ao mesmo tempo. Criança pequena em casa, trabalho, estudo... o tempo pra anotar tudo o que se come está escasso. Resumindo, não sei se isso é positivo ou negativo, já que certamente eu espero contar pontos pro resto da minha vida!! E falo sério! No momento em que estou servindo o meu prato, esteja eu onde estiver, ao sentar na mesa, certamente já está tudo calculado! Nada entra aqui sem um cálculo, e podem ter certeza que nunca mais entrará. E acho, que de início, pra conseguir ter o controle do que se come, é super válido anotar tudo o que se come. Mas com o tempo, acho que isso fica inviável. Acho que o grande barato da reeducação alimentar, é nos preparar pra vida, nos deixar com outros hábitos, magros e saudáveis. Acredito que no momento que chegamos a um patamar positivo de administração do que se come, e principalmente quando não nos enganamos anotando os pontos, o diário torna-se obsoleto. Estamos adquirindo novos e saudáveis hábitos. Como os das pessoas que andam por aí, e que certamente não anotam tudo o que comem. Claro, se sentirmos que houver qualquer tipo de deslize ou falta de administração da dieta, voltaremos com o diário imediatamente. Mas por enquanto, acho que a administração pode ficar na nossa mente, não precisa ir pro papel, ainda mais com tão poucos pontos a administrar.

O que eu quero dizer é, se fossem calorias, que necessita de todo um cálculo com números grandes, acho que seria válido, apesar de inviável ( e talvez por isso o programa dos vigilantes seja tão bom, sacaram isso e adaptaram), mas no nosso caso, contar de 1 a 26 é um exercício um tanto quanto simples.

Bom, acho que era isso.. Escrevi demais.
Abraço a todas e obrigadão pelas visitas,
Jorge

Escrito por Karine & Jorge às 15h28
[ ] [ envie esta mensagem ]

Sábado , 23 de Setembro de 2006


É complicado de assimilar certas coisas na vida né? Mas a gente TEM que passar por cima delas. As vezes me sinto sim injustiçada por NUNCA colocar o pé na jaca e ser tão pouco recompensada por isso. É como uma auto piedade mesmo.. o que é um sentimento horrível. Tô tentando vencer isso e tô conseguindo sim. Hoje.. dia da pesagem: - 700 gr pro Jorge e + 300 gr pra mim. Ahh fala sério! Como assim? Eu faço tudo certinho e nem tenho problemas em seguir o VP.. muito pelo contrário. Adoro e faço com gosto. Não caio em tentação pois estou realmente comprometida com a reeducação. Mas no final da semana ter um resultado desses é de esmorecer qualquer um!

Lembro da semana que emagreci apenas 200 gramas e cheguei até a chorar de tão decepcionada que fiquei. Hoje, algumas semanas depois, tenho um resultado ainda menos satisfatório, porém eu é que não ia chorar por isso. Não vou dizer que não liguei.. claro que liguei, me importei e por uns 10 min fiquei chateada sim, mas nada comparado àquela vez. A minha única alternativa é seguir em frente e ponto final. Eu, como uma boa virginiana, preciso sempre de respostas lógicas pra tudo.. só assim consigo me calar de tanto questionar. Quando me deparo com coisas que não encontro uma explicação parece que perco o chão por alguns segundos. Mas mesmo assim não vou me abater. Eu fiz como sempre.. tudo certinho.. sem usar pontos extras nem comer muito a menos na semana. Não me enganei na contagem de pontos e até gastei mais energia essa semana pois voltei a trabalhar. Mas mesmo assim parece que meu corpo resolveu me pregar essa peça. Pois bem.. que seja. Se hoje eu não encontrei as respostas às minhas perguntas.. vou então buscar no consultório de um endocrinologista. Hoje mesmo fui no laboratório fazer uns exames que já era pra eu ter feito há muito tempo. São de tireóide, hormônios em geral e insulina. Vamos ver se não tá aí algum esclarecimento que me reconforte. Enquanto isso não acontece eu sigo em frente tentando não olhar muito pra trás. Quer dizer.. não olhar pra trás não... eu até posso olhar mas não para ressaltar os resultados chateadores e sim para exaltar minhas conquistas.

O Jorge cogitou a possibilidade de eu mudar de 26 para 24 pontos/dia. Mas eu me recuso em fazer isso. Ou eu tenho um problema e quero descobrir pra poder lidar com isso ou eu vou até o fim seguindo o programa do jeito que é para ser seguido.

Bom gurias.. obrigada pelos recadinhos carinhosos tá? Assim que der faço as visitinhas.. mas já mando muito beijos pra todas vocês. E é isso aí.. vamos seguir em frente! Voltei a trabalhar na quinta-feira e apesar de ter que me adaptar à nova rotina de mãe que trabalha fora, eu estou gostando deste retorno ao mundo do trabalho. Deixar minha bebê na creche é complicado mas estou quase quase acostumando. Ela já pegou uma gripe até que fortinha mas já tá melhorando, graças a Deus.

Um ótimo domingo e início de semana pra todos nós.
Beijos

Escrito por Karine & Jorge às 15h59
[ ] [ envie esta mensagem ]

Sábado , 16 de Setembro de 2006


Mais uma semana de reeducação que acaba e outra que começa. A que terminou deixou o resultado muito satisfatório do nosso esforço. A que se inicia herda toda nossa vontade, estusiasmo e confiança adquiridas.
Na semana passada se foram 400 gramas meus e 400 gr também do Jorge. Tínhamos gasto alguns pontos extras na semana. E aí vem a resposta da minha dúvida. SIM.. usar os pontos extras pode sim alterar e bastante a perda de peso na semana.
Essa semana foi super centrada como todas as outras. O Jorge passou a utilizar 26 pontos diários e não mais 28 que é a faixa em que ele estava. Estamos agora os dois com 26 pontos/dia. A pesagem de hoje pela manhã apontou -1,100 gr pra mim e -1,400 gr pro Jorge. Eu fiquei super satisfeita e ele super feliz por finalmente, depois de tanto tempo, estar dentro dos 2 dígitos.. :)

O Jorge disse que era pra eu contar um pouco da minha história hoje. Na verdade não tem muito o que contar. Eu sempre fui fofinha.. mas não obesa. Na adolescência eu pesava 75 por aí e me achava enorme de gorda. É sempre assim né? hehehehe. Eu passei 2 anos e meio fora do Brasil e quando voltei, em 2002, eu estava super bem, com 74 quilos depois de um regimão. Voltei pro Brasil super feliz. Em 2002 mesmo eu e o Jorge fomos morar juntos. Isso foi em dezembro/2002. Em junho/2003 nos casamos no papel.. e eu já estava com 92 quilos.. tanto que chega a dar dó olhar as fotos do casamento. Eu ganhei quase 20 quilos em meio ano!! E ele tava com 118 quilos na época. Depois do casamento resolvemos fazer regime.. mas sempre a mesma coisa. Regime! A dieta consistia em simplesmente comer menos.. nada de dietas loucas. Mas não tínhamos a convicção e nem um plano estruturado como o do VP.. que pudessemos seguir pra vida toda. Com a dieta eu fui pra 76 e ele 97. Entramos em um tipo de platô.. em mais de um mês não mudamos de peso e isso, obviamente, nos desmotivou. A diferença é que como não tinhamos nada estruturado, definido, um plano de reeducação montado para seguirmos.. voltamos a comer como comíamos antes e desde então eu só fiz engordar mais e mais. Ele não readquiriu todos os quilos.. oscilava entre 107, 111.. mas nunca chegou novamente nos 118. Eu, ao contrário, cheguei nos 92 e ganhei mais alguns quilos. Antes de engravidar eu estava com 99 quilos.. o meu auge até então. Enjooei muito nos primeiros meses de gravidez e acabei emagrecendo um pouco. A moral é que quando fui ganhar a Alice eu estava com 104 quilos.. tinha engordado só 5 quilos a gravidez inteira.. o que era super positivo para uma mulher obesa. Depois que ela nasceu eu fui pra 99 de novo.. e aí até que não comia muito.. mas voltando aos hábitos antigos e errados.. me vi com 102.4.. e sem gravidez dessa vez..hehehe. Foi aí que decidi fazer algo por mim antes que o processo se tornasse cada vez mais difícil de ser iniciado. O Jorge entrou na minha e estamos "juntosnessa" desde então.

Eu, como uma boa virginiana adoro controles e organização. E é por isso que sei que o VP vai funcionar pra sempre.. só depende de nós.

Semana que vem eu volto finalmente ao trabalho. Estou um pouco apreensiva.. essa noite até sonhei que estava trabalhando. Já comecei a adaptação da minha pequena na creche. No primeiro dia eu voltei pra casa meio mal.. mas ao ver o carrinho dela vazio eu não me contive e abri o berreiro. Liguei pro jorge aos prantos. Não foi fácil.. mas o segundo dia que foi ontem já foi mais light. Sei que ela está bem lá.. mas dá uma coisa muito ruim. Mas sei que acostuma.

Como será que vai ser a volta ao trabalho em relação a reeducação? Sei que vai ser tudo ótimo.. mas estou louca pra saber como vou montar meu almoço.. em que restaurante vou ir para buscar as melhores escolhas pra mim. E será que vou emagrecer mais ou menos do que estando em casa? Afinal em casa tem dias que eu nem saio de casa.. ou seja.. praticamente não gasto energia. Indo pra rua me agrada o mexer das cadeiras entendem? Mesmo indo de carro pro serviço e eu trabalhando o dia inteiro sentada (sou programadora).. me agrada voltar a trabalhar.. pois caminhamos na hora do almoço até o restaurante, e dentro da empresa eu as vezes até que caminho bastante indo de um setor para outro. Sem contar que vou adotar a escada a partir de agora. Trabalho no 3º andar do prédio e sempre pegava o elevador. Vou me forçar a usar sempre a escada.. tudo já ajuda né? Ainda mais que eu não faço mais nenhum exercício físico.. ainda!

Nossa.. escrevi demais.. quero ver alguém aguentar ler! Mas tive que contar uma coisinha que lembrei agora pouco. Esse fim de semana fomos num churrasco na casa da minha mãe. Nessa noite ela me disse umas 3 vezes que eu tava tri bem.. que isso e que aquilo. Eu disse que tava enorme de gorda ainda e ela dizendo que eu estava bem. Eu fiquei quieta depois.. mas fiquei pensando comigo.. como posso estar bem assim.. estando com obesidade grau II? Parece que como sempre fui gorda.. não tenho o direito de emagrecer.. não sei se vocês entendem? Ela não fala por mal... é inconsciente.. mas é assim que acontece. Ela queria me dizer que eu tava muito bem assim.. uma coisa que é completamente absurda. É que essa é a visão que ela tem e sempre teve de mim e de certa forma parece que as pessoas não querem mesmo que essa referência se perca, que uma pessoa mude tanto. Esses dias a mãe do Jorge disse pra ele que ele tava muito magro e que não precisava emagrecer tanto. Olhem isso... como assim? O cara é gordo poxa.. tá quase entrando na faixa de IMC que caracteriza sobrepeso.. mas ainda nem chegou lá.. que dirá entrar na faixa que indica um peso normal e tá muito magro? As pessoas inconscientemente tentam nos sabotar, acho que por medo de que a referência delas para conosco mude demais e elas passem a não nos reconhecer. Ora bolas.. é só construir um outra referência.. mais magra, bonita e saudável! Simples assim. Ahhh.. sem contar que naquela mesma noite minha mãe me encheu os ouvidos dizendo que tava obesa, que queria fazer o VP e tal. Eu a incentivei.. pois o VP é bom pra todo mundo, mas a dizer que tá obesa.. aí não! Ela tem 1,60m e tá pesando 68 quilos. Eu disse que ela tava um pouquinho acima do peso sim, considerado sobrepeso e que seria legal a emagrecer, mas que não viesse na minha cara falar que estava obesa pois isso já era demais! Hheehe

Uma ótima semana pra todas e obrigada pela força sempre. Lú.. MUITO OBRIGADA pelo selo. Olhem aí do lado pessoal como ficou maravilhoso! Eu e o Jorge amamos. Ele ficou um tempão dizendo: "que tri.. adorei.. adorei!".. Beijão e obrigada! Ahh.. deixo outra fotinho que tiramos no restaurante japonês, no dia do meu aniversário..

Escrito por Karine & Jorge às 13h45
[ ] [ envie esta mensagem ]

Sábado , 09 de Setembro de 2006


Oi pessoal. Hoje sou eu quem escrevo, o Jorge. Vou começar o post falando um pouco e mim. Eu tenho 27 anos tenho agora 100kg mais ou menos mas quando casei estava com 118. Antes disso, aos 16 anos tinha 116kg, em 1 mês fui pra 86kg (aos 16 é fááááácil), fiquei praticamente anoréxico (foi quando me flagrei que era gordo), depois disso fui engordando aos poucos, até chegar aos 105 novamente, emgreci pros 92, depois engordei, depois emagreci, e depois fui aos 118 quando nos casamos. Nos casamos eu estava com 118, depois eu e a Karine fizemos um regime (de calorias e por conta própria) e fui aos 97, fiquei super feliz. Depois disso, relaxamos e foi aquela coisa, aos poucos cheguei novamente aos 110, que foi no início dessa minha dieta, CERTAMENTE minha última dieta!!!

Quanto a história da Karine, vou falar pra ela escrever pra vocês semana que vem, ok?

Nossa semana foi super tranquila. Tudo absolutamente dentro do programado. É impressionante o quão fácil é esse sistema de pontos. Ele realmente nos reeduca, ajuda a compreender que alguns alimentos tem superioridade nutricional sobre outros, e não calórica.. hehehehe.. É muito bom chegar no restaurante e encher o prato com beterraba, cenoura, alface, tomate, brócolis, abobrinha, vagem (e eu como isso todos os dias), ver aquela montanha no seu prato e olhar para os lados e ver que o meu prato é o maior da mesa, e ainda por cima, ter a certeza de que está emagrecendo comendo mais que todos ali presente.... hehehehhe... Por isso da reeducação que se dá com a dieta dos Vigilantes do Peso. Tentações sempre existem, lasanhas, carnes de todo o tipo, massas, etc.. Mas sabe, com o tempo realmente a gente se habitua a comer aquela verdurinha tão saborosa. Estou viciado em brócolis, beterraba e tomate. Esse trio não pode faltar no meu prato de maneira alguma! Realmente muito bom.

A Karine está super bem MESMO. Sendo que ela está exatamente naquela situação que todos sabemos ser a mais perigosa: Estar em casa! Como ela está de licença maternidade, que inclusive acaba agora dia 21 de setembro, fica naquela complicação e ansiedade que conhecemos muito bem de quem fica em casa. Mas ela não! Ela está firme e forte! Maravilhosamente bem! Pra facilitar as coisas, nós criamos um prato que chamamos de ensopadão. É uma maravilha dos Deuses que tem pouquíssimos pontos e que dá pra comer até dizer chega. Isso ja é uma vantagem que a Karine tem estando em casa que eu não tenho e que certamente vai exigir mais controle dela a partir do momento que começar a trabalhar. Ela vai se deparar com coisas com mais pontos, não vai ter muitas facilidades nos restaurantes por aí e isso vai exigir uma grande quantidade de auto-controle ainda mais quando todos a sua volta estão comendo morros de comida (e são magros, óbviamente)

Falar nisso, uma vez me aconteceu um fato marcante, que vou levar por toda a minha vida. O meu cunhado, irmão da Karine, também tem um cunhado, que é irmão da mulher dele. Bom, esse cara é magro, daquelas pessoas que a gente olha e diz, esse cara É magro! Bom, por um período curto te tempo, esse cara trabalhou comigo. Um dia normal, mas daqueles que estamos de saco cheio de tanto brigar com a balança, eu resolvi desabafar com ele e esse foi um grande erro. Ele ficou bravo comigo, dizendo que eu não sabia o que estava falando. Que ser magro era uma desgraça, milhares de vezes pior do que ser gordo. Bom, eu sei que é ridículo, mas foi praticamente um dia inteiro de discussão. Ele era irredutível, por mais que eu exemplificasse que a gente não passa nas roletas, não temos roupas de R$19,90 pra comprar e não encontramos em qq lugar, que somos feios e não aceitos pela sociedade, que isso é um problema sério de saúde, que milhares de pessoas no mundo querem emagrecer e pouquíssimas querem engordar (se é que existe uma criatura dessas), nada foi o suficiente. ô cabeça dura. Ah, só esclarecendo que ele não é daqueles magros de serem apontados na rua, do tipo esquelético e tal... ele é só magro, normal. Sei que acabou o dia e eu estava com ódio mortal daquela criatura. Bom, paciencia... Cada um cada um... mas como eu queria que ele tivesse meu peso e lutando contra a balança assim... Ah, detalhe.. uma das coisas que ele dizia ser muito triste, é que ele tinha que estar sempre comendo, pobrezinho.. Disse que se não fosse assim ele emagreceria mais... Ó SINA!!!!!

Bom, perdi o fio da meada, não tem problema... Bom pessoal, vamos seguindo. A estrada é longa, é tortuosa. Terão muitos tropeços, muitas tristezas, vezes em que vamos nos sentir um lixo e outras que vamos sentir vitoriosos... Mas como disse a Beth (preciso dizer quem é?), o que seria da conquista se não fosse a luta???? E de conquista ela entende!!! Seguimos firmes e fortes, e vamos chegar lá CERTAMENTE!!!!

 

Escrito por Karine & Jorge às 15h18
[ ] [ envie esta mensagem ]

Sábado , 02 de Setembro de 2006


Depois do último sábado em que a pesagem foi um pouco imcompreensível pra mim, digeri dificilmente aquela informação, e depois do apoio de todas vocês me senti bem melhor. Compreendendo que isso vai acontecer muito durante todo o meu percurso e não posso de maneira alguma me deixar abater. Como eu havia dito.. eu não estava desmotivada, mas não compreendia o motivo do acontecimento. Eu poderia dizer que foi mesmo "culpa" do meu ciclo menstrual que se aproximava.. mas eu prefiro não dar nome aos bois. Prefiro achar que isso pode acontecer a qualquer momento, em qualquer semana e eu tenho que saber lidar com isso e pronto.

Mesmo sabendo que o Jorge tem maior facilidade em emagrecer e principalmente, sabendo que não posso me comparar a ele.. é difícil. Mas eu tô trabalhando isso dentro de mim..:)

No sábado passado, no dia da pesagem, era o Mac Dia Feliz, onde toda a renda arrecadada com Big Mac no país vai para as crianças com câncer. A gente sempre participa e esse ano não seria diferente. Afinal, o grande "trunfo" de uma reeducação é que podemos comer de tudo (não tudo..heheh).. ao contrário de uma dieta ou regime. Pois bem.. nos programamos de comer um Big Mac no almoço. São 12 pontos e assim o fizemos. Mativemos os pontos do dia, sem nem ao menos utilizarmos pontos flex. Tenho que confessar que depois de comer o Big Mac (sem fritas, claro!!!) ficou aquela coisa de: "eu quero mais!". Ficamos no carro falando um pro outro: "eita troço gostoso.. cruzes!"..hehehhe, mas cientes de que estávamos no controle, seguimos até a saída do estacionamento e fomos embora de dever cumprido.

A semana foi tranquila.. tudo sob controle como o habitual. Ahhh.. depois da última pesagem, eu resolvi retomar um hábito antigo que tenho, que é de me pesar diariamente. Eu tinha decidido, desde que comecei a reeducação, que iria me pesar apenas uma vez por semana. O Jorge tb concordava.. mas ele não conseguia e por vezes se pesava durante a semana. Mas eu ficava firme, aguardando tranquilamente o dia da pesagem. Mas depois dessa semana em que emagreci 200 gramas decidi voltar a me pesar diariamente. O "baque" foi muito grande da última vez.. então prefiro já ir me preparando para o resultado da semana ao longo dela. Fiz isso durante toda a semana e estou me sentindo melhor assim.

Vamos para o resultado da semana então. O Jorge emagreceu 900 gramas e eu 1 kg. Estamos tranquilos e satisfeitos com os resultados.

Agora vai uma perguntinha pra quem faz o programa do VP: Eu e o Jorge praticamente nunca usamos os pontos flex e por várias vezes temos que enchertar pontos para não terminarmos o dia com muitos pontos a menos. Pois bem.. a minha pergunta é: utilizar os pontos flex frequentemente traz os mesmos bons resultados de quando não se utiliza os mesmos? Penso assim.. se o corpo tá emagrecendo com x pontos.. se eu aumentar 5 pontos/dia nisso, certamente o resultado do emagrecimento na semana será menor não????

Bom gente, agora estamos nos preparando para a próxima sexta-feira. Será meu aniversário e iremos comemorar num restaurante japonês. Estamos aguardando ansiosos..hehehe. Não sei qual o certo, mas decidi que não irei contar os pontos dessa noite. Vou ter vários convidados e será dificílimos contar pontos de sushis, sashimis e tal. Então vou "a farra" neste dia e depois retomamos a reeducação normalmente, direitinha.

Agradeço mais uma vez o apoio e o carinho de todas.. isso é muito importante... acho que todas vocês sabem o quão importante é né?
Té a próxima!

Escrito por Karine & Jorge às 12h51
[ ] [ envie esta mensagem ]

Sábado , 26 de Agosto de 2006


Pois é, os resultados essa semana foram super decepcionantes. Eu ia usar a palavra desanimadores, mas não é verdade. Eu continuo super motivada.. mas acho que agora um pouco menos confiante. O Jorge foi super bem. Emagreceu 1,400 essa semana. E eu? Bom.. foram míseros 200 gramas. Eu sei meninas, que devemos comemorar a cada 100 gramas emagrecidos.. mas vocês hão de convir comigo que fica complicado. Essa é a minha 2º semana recém. Eu tenho mais de 35 quilos pra perder. Não deveria entrar em platô ou muito menos ficar emagrecendo de 200 em 200 gramas. O que me deixa mais caidinha é saber que não cometi nenhum deslize, nenhum pé na jaca entendem? Eu conto pontos certinho e na semana inteira teve dias que fiz 26 pontos (meu número de pontos/dia) e outros fiz um pouco menos.. 25, 24. O Jorge cogitou a possibilidade de eu estar comendo pouco.. mas eu me recuso a acreditar nessa hipótese. Comer 1 ou 2 pontos a menos da cota não iria fazer ninguém com obesidade igual a minha parar de emagrecer!

A gente fica quebrando a cabeça pra tentar entender sabem? É muito difícil! Antes que cogitem.. meu período é pra vir daqui uma semana e certamente não é isso. Eu tomo mais de 2 litros de água diariamente. Não faço exercícios.. mas repito.. para uma segunda semana, mesmo assim eu deveria ter emagrecido no mínimo 500 gramas.. que é o que caracteriza também um emagrecimento satisfatório segundo o VP.

Essa próxima semana irei adotar algumas mudanças. Principalmente no meu almoço. Como estou em casa ainda (licença maternidade).. estava comendo um ensopadão. Não é sopa.. mas é um refogadão de vários vegetais como vagem, cenoura, espinafre, batata, carne e tal. Eu fiz pra semana inteira. Contei os pontos direitinho.. inclusive medindo tudo em xícaras, para não errar nas contas. Chegando num valor total de pontos.. eu os dividi de acordo com os dias que fui comendo... então um prato pelas minhas contas teria mais ou menos 5,6 pontos. Pois é.. na verdade não adianta eu ficar aqui explicando isso né gente? Tô pensando em procurar mais uma vez na minha vida um endocrinologista. Já fiz vários exames e não tenho  nada. Tô no nível de quase hipotiroidismo...mas como eu fico ainda no limite, nenhum médico considera isso e dizem que tá normal.

Tô me sentindo super impotente... porém mais motivada do que nunca. E tô com medo também.. medo de nunca conseguir emagrecer. Fico chateada pelo Jorge.. pois não consegui nem ficar feliz pelo resultado dele que foi ótimo.. só me senti infeliz por não ter tido a mesma sorte e me senti super injustiçada por isso. Ele fica tentando me consolar.. mas não é fácil.

Agradeço qualquer ajuda que possa me fazer entender o que houve.
Eu tava programando um post bem diferente desse.. mas não deu.
Beijos

Escrito por Karine & Jorge às 11h10
[ ] [ envie esta mensagem ]

Terça-feira , 22 de Agosto de 2006


Oi gente.. queremos agradecer os recadinhos cheio de mensagens positivas e incentivos. Obrigada!
Estamos para escrever um post desde sábado, que foi qdo nos pesamos.  Porém apenas atualizamos as barrinhas e os dados.
Nossa reeducação começou na segunda-feira passada.. porém decidimos que o melhor dia para nossa pesagem é aos sábados.. por isso nossa pesagem se deu nessa primeira semana depois de 5 dias.

Mesmo assim o saldo foi super positivo. O Jorge emagreceu 1,5 kg e eu 1,3 kg. Resultado ótimo!! E ânimo cada vez mais renovado. Ler o blog de todos vocês é super estimulante. Principalmente o da Beth que é uma verdadeira carga de energia, estímulo e confiança em nós mesmos.

À todas que deixaram comentários falando sobre a reunião do VP, quero dizer que temos total ciência de que o programa funciona mesmo (senão não estaríamos seguindo) e apesar de esperar uma reunião um pouco mais organizada, gostamos da que fomos e só não frequentamos por falta de grana mesmo. Até daria pra um frequentar.. mas daí preferimos nenhum fazer do que apenas um. Barato não é né gente? Ainda mais pra dois!

Fomos no super no fim de semana. Até deixamos nossa filha na minha sogra para termos total tranquilidade nas compras. Compramos muitas coisas legais.. tudo light. Compramos até salgadinho.. mas tudo com poucos pontos. Assim vamos descobrindo coisas. Na reunião do VP que fomos a orientadora comentou sobre uma bolacha maria que 7 unidades era igual a 2 pontos. Ela não sabia o nome.. mas pra gente que é curioso nem precisava. Achamos a bolacha, é da marca Mosmann.. tem de mel e aveia, chocolate e banana e aveia. A bolacha é maravilhosa e realmente 7 unidades = 2 pontos. Achamos maravilhoso.. levar de lanchinho pro serviço é perfeito. Acho que temos sempre que estar procurando novidades, modificando um pouco o cardápio. Isso nos motiva.

Além de muitas frutas e legumes.. compramos tb um adoçante que ficamos conhecendo na antiga dieta Atkins que fazíamos. O adoçante é a base de sucralose.. e se chama Línea. É o melhor adoçante que já experimentei.. pois simplesmente não tem gosto nenhum de adoçante. Amamos!!! O ruim é que 25 ml de adoçante custa 6,90 aqui.. hehehe.. carinho.. mas vale muito a pena.

Abração e força à todos e todas..
Na próxima pesagem a gente se encontra!

Escrito por Karine & Jorge às 14h56
[ ] [ envie esta mensagem ]

Quinta-feira , 17 de Agosto de 2006


Fomos ontem numa reunião do VP. Logo na chegada, a sala estava fechada e haviam algumas pessoas nos corredores esperando. Já puxamos conversa pra averiguar como funcionava tudo. Bom, de chegada ja vimos pessoas desmotivadas. Ficamos sabendo de vários exemplos de pessoas que emagreceram 30 kg por ali, mas tb de pessoas que estavam ali a algum tempo sem resultado.

A palestra em si foi boa, realmente nos faz pensar sobre coisas que a gente as vezes não se dá conta, como por exemplo o quanto a referência pode mudar. A obesidade é cruel. Quanto mais a gente engorda, mas fácil é de não perceber que está engordando. A Orientadora falou um fato: Quando uma pessoa de 60kg engorda 2 kg, ela SENTE. Nas roupas, no desconforto em geral. Um gordo, só vai sentir algum tipo de diferença, nos 8kg ou mais. É a referência da pessoa.

Mas o que mais nos deixou impressionados, foi a mentalidades das poucas pessoas que tivemos a chance de conversar ali. Não sabemos por que isso ocorre, pois temos plena confiança no método do VP, porém uma boa parcela das pessoas ali simplesmente não aparenta o mínimo de conscientização. Claro.. o problema é delas, quem paga são elas.. mas aí eu é que não entendo como pode uma pessoa não se motivar. Tinha uma mulher que já tinha frequentado o VP e agora estava voltando, estava na segunda semana. Ela ganhou 100 gramas na segunda semana e saiu da balança dizendo que achava que seria mais, pela pizza e salgadinhos do fim de semana. Poxa... se uma pessoa faz isso já na segunda semana.. é no mínimo estranho. Mas.. cada um cada um não é mesmo?  Observamos que as pessoas ali, eram gordas. Corpos gordos, mentes gordas. Faltava reeducação para essas pessoas. Cada uma que engordava ou se mantia no peso tinha lá a sua desculpa. CLARO que isso acontecerá conosco também, disso não tenho dúvida.. mas eu acho que as desculpas eram estranhas. Não deu tempo pra saber, mas eu acho que a maioria não mantém o diário de refeições com eficiência. Pois se mantivessem.. numa pizza que se come já se tenta descontar em outras coisas ou usar os pontos flex da semana e pronto.

A Karine, depois da reunião observou muito bem me dizendo que a mentalidades dela está errado num ponto crucial: Elas podiam ter comido tudo aquilo. Não precisam ficar na sopa todos os dias e todas as horas. É assim que funciona o método VP e acho que isso não está claro pras pessoas ali. Você pode comer DE TUDO, mas não TUDO! Você tem que comer qq coisa que quiser, mas sempre respeitando a pontuação.

Ficamos meio decepcionados com aquilo. Me pareceu mais uma reunião de recolhimento de dinheiro se aproveitando de gordos que acham que estão fazendo alguma coisa por eles mesmos. Posso estar sendo meio severo, mas foi o que me passou. Achavamos que na inscrição, pelo menos, a pessoa recebia algum tipo de material (pelo menos que justificasse os 40 reais), mas não. Os materiais são liberados semanalmente, conforme a vontade deles. Voltamos a dizer que o método funciona sim, mas esperávamos, digamos, mais organização no mínimo. A sala tinha um quadro negro e cadeiras escolares (aquelas que muitos gordos tem dificuldade de sentar.. sabem qual é??) e ainda por cima parecia não ser limpa há algum tempo. Ficamos nos perguntando.. onde vai todo aquele dinheiro??? E pra completar.. uma mulher levou o seu filho de mais ou menos uns 4,5 anos pra reunião e o guri não calava a boca. Gritava.. foi um horror!

Não gostei de como as coisas funcionam e achei a reunião ineficiente.
Se demora uns 50 minutos pesando as pessoas. Eu achei que em cada ganho ou perda de peso a pessoa deveria ou poderia dizer se quisesse, como foi a semana. Tipo.. ahhhh.. eu fiz tudo direitinho. Ou então.. ahhhh.. enfiei o pé na jaca. Essas coisas que eu queria saber entendem? Vi uma total falta de tempo. Claro que quem quiser pode ficar depois da reunião para conversar com a orientadora.. mas achei muita gente, um pouco de algazarra e muito pouco tempo para tudo. Resumindo..eu e a Karine, estamos muito mais motivados e bem informados em casa, através da internet e com conciência de que estamos doentes do que muitas que estão lá dentro. E principalmente, com a CERTEZA de que vamos mudar isso!!

Escrito por Karine & Jorge às 11h26
[ ] [ envie esta mensagem ]

Domingo , 13 de Agosto de 2006


Foi visitando tantos blogs de emagrecimento que tivemos a vontade de fazer um blog também. Não temos muito tempo de ficar visitando outros blogs e por isso pode ser que quase ninguém frequente este aqui, mas acho que o principal é que pra nós este cantinho vai servir como um registro do nosso emagrecimento. Há tantos blogs impressionantes na net, com fotos de antes e depois que nos fazem realmente ter forças e esperanças de pensar: "Se essa pessoa conseguiu, eu também consigo..". Queremos que um dia este blog tb sirva de incentivo para tantas outras pessoas que, como nós, briga com a balança.

Eu estou em casa de licença maternidade, porém em setembro já volto a trabalhar. Acho que todo gordinho sabe que quanto mais se fica em casa, mais vontade dá de comer. Esse período está sendo um desafio. Porém voltando a trabalhar há outro desafio: os restaurantes. Em casa a gente mesmo faz a nossa comida.. porém almoçando na rua nunca sabemos as tentações que nos serão oferecidas não é mesmo? Mas tenho certeza de que isso não será problema pra mim assim como não está sendo para o Jorge que também trabalha e almoça fora todos os dias.

Dia 16/07/06 iniciamos a Dieta Atkins, ou popularmente conhecida como dieta das proteínas. Consiste na ingestão de uma quantidade MUITO pequena de carboidratos.. mas muito pequena mesmo, o que significa abandonar toda a alimentação que conhecemos desde que nascemos. Fizemos a dieta durante 4 semanas. O Jorge desistiu durante dois dias e depois voltou.. eu não tive nenhum deslize. Emagreci bastante nas duas primeiras semanas, porém depois disso praticamente não emagreci nada dado o esforço enorme. O Jorge foi melhor sucedido.. porém eu não posso me comparar com ele pois ele é homem, e emagrece certamente bem mais fácil. Desistimos da dieta pela sua filosofia. Assim como Vigilantes do Peso, a Dieta Atkins não é apenas uma dieta mas sim uma mudança pra vida toda. E cá pra nós, ficar sem comer carboidratos pro resto da vida é complicado não é mesmo? Então estamos aqui.. fazendo dos Vigilantes do Peso nossa última dieta, pois podemos comer de tudo contanto que estejamos dentro dos pontos permitidos para o dia. Acho que isso sim dá certo e queremos provar isso.

Temos muita ciência de que o caminho é muito mais longo do que tortuoso. O Jorge certamente alcançará a meta primeiro, pois tem menos peso a perder e perde com maior facilidade.. mas estou certa de que ele continuará me apoiando até eu alcançar a minha. Sabemos que esse processo vai pra mais de ano e estamos dispostos.

Boa sorte pra nós!

Escrito por Karine & Jorge às 23h03
[ ] [ envie esta mensagem ]

Quem Somos




Somos casados desde 2002, temos uma filha linda que nasceu dia 01/maio/2006, nos amamos muito e somos muito felizes. Iniciamos este blog agora, em agosto de 2006, para que possamos deixar registrado nossas vit?rias em rela??o ? balan?a. Apesar de sermos muito felizes, o peso sempre est? como uma pedra em nossos sapatos. N?s dois somos gordinhos desde a adolesc?ncia, por?m a vida de casada, pra mim pelo menos (Karine) me fez engordar muito mais do que sempre fui. O Jorge n?o, ele consegue manter o peso. ? gordinho.. mas pelo menos n?o engorda cada vez mais..heheheh. Decidimos seguir o programa dos Vigilantes do Peso e n?o importa o tempo que demorar.. a certeza de chegar na nossa meta ? absoluta.


Karine
Jorge
Idade: 26 27
Altura: 1.64 m 1.82 m
Peso Inic.: 102.4 kg 110.5 kg
IMC Inic.: 38.70 33.36
Meta Final: 62.0 kg 82.0 kg
IMC Meta: 23.05 24.76
Manequim: 54 54
A eliminar: 40 kg 28 kg

Karine
Jorge
Data Peso Peso
16/07/06 102.4 110.5
23/07/06 99.2 106.4
30/07/06 97.6 104.5
06/08/06 97.7 104.7
14/08/06 98.5 105.0
19/08/06 97.2 103.5
26/08/06 97.0 102.1
02/09/06 96.0 101.2
09/09/06 95.6 100.8
16/09/06 94.5 99.4
23/09/06 94.8 98.7
30/09/06 93.6 97.5
07/10/06 93.0 96.4
14/10/06 93.3 96.4
21/10/06 94.0 96.2